Clientes Sekron
  Esqueci a Senha
Conheça nosso site Institucional ›

Archive for the ‘ Tecnologia ’ Category

Cidades digitais

Gestão pública Moderna e Serviços para a População

As cidades modernas estão despertando para a tecnologia da informação e comunicação para viabilizar o desenvolvimento sustentável.

O uso da Internet vem ajudando pequenos e grandes municípios a gerar polos de negócios levando em consideração as características regionais.  Surge, então, um novo conceito de cidade, aquelas que estão sendo classificadas em cidades digitais.

O conceito é bastante amplo, pois ser uma cidade digital significa modernizar a gestão pública e oferecer novos serviços e facilidades para as pessoas; significa principalmente levar aos seus habitantes uma nova perspectiva de cidadania pois o cidadão é o maior beneficiado com a melhoria dos Serviços Públicos.

Os benefícios abrangem todas as áreas, da administração pública à educação, passando pela saúde e segurança, e estendendo-se à economia do município. Alguns exemplos:

Governo

Modernização da administração pública, com a integração, via computador, de todas as entidades diretas e indiretas; integração das estruturas tributária, financeira e administrativa; aumento da arrecadação tributária; melhoria da fiscalização; acesso mais imediato às informações e serviços; comunicação via VoIP (voz sobre o protocolo de Internet).

Cidadania

Instalação de telecentros a custos reduzidos; disseminação de terminais para consultas e reclamações por parte dos cidadãos; acesso à Internet para os cidadãos, produção de conhecimento, formação profissional para população por um custo acessível.

Educação

Integração das escolas a outras instituições de pesquisa e ensino; laboratórios de informática; acesso a acervos de livros e documentos históricos; capacitação dos professores.

Saúde

Gestão integrada dos centros de assistência à saúde; interligação com serviços de emergência como o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil; uso de novas tecnologias, tais como videoconferência e telemedicina.

Segurança

Interligação via computadores de órgãos como as polícias Civil e Militar e o Corpo de Bombeiros; instalação de câmeras de vigilância via Internet em pontos mais vulneráveis da cidade. Vídeomonitoramento urbano.

Economia

Acesso à Internet sem fio para pequenos empresários; comunicação mais barata com entidades de classe ou empresários de outra cidade/região através da Internet ou da telefonia VoIP; incentivo ao turismo tradicional e ao TURISMO DE NEGÓCIOS.

 Um projeto de Cidade Digital é acessível a qualquer município. As oportunidades estão disponíveis e podem ser adaptadas para a realidade econômica e tecnológica de cada um. Para implementar bastam vontade política e uma gestão atenta às ações de inclusão social e digital.

Para maiores informações acesse:

www.sitecidadao.com.br

Por  Umberto Nanini

Vídeo: Segurança e monitoramento de grandes áreas.

Novas tecnologias

A mesma modernidade que alterou as relações sociais entre as pessoas e destas com o espaço urbano, também proporcionou o surgimento de novas tecnologias de comunicação e informação, as quais voltam-se para o controle social. O surgimento e a popularização dos sistemas de vídeomonitoramento é talvez o expoente desse novo conceito de uso da tecnologia na segurança. A captura de imagens e a vigilância constante de áreas de grande concentração humana demonstram que é possível a utilização desse meio auxiliar no apoio ao combate ao crime, e atua inclusive como medida de prevenção, já que sua divulgação afasta e inibe a prática de crimes nos locais monitorados.
Ético e legal, utilizado, por exemplo, na capital paulista pela Guarda Civil Metropolitana e pela Polícia Militar, bem como em um número crescente de cidades, tem demonstrado eficiência e aceitação por parte da sociedade. É uma forma legal de ampliação inteligente, desenvolvendo um trabalho preventivo, integrado não só com as Polícias estaduais, mas com os demais órgãos públicos.

Confira como funciona o vídeomonitoramento.
Estádio Municipal Walter Ribeiro (CIC), em Sorocaba.

Entre em contato agora mesmo e saiba como contratar a Sekron Alarmes.

Videomonitoramento traz mais segurança ao CIC

 

Jornal Cruzeiro do Sul – 30/03/2011

Cumprindo a exigência do Estatuto do Torcedor, o Estádio Municipal “Walter Ribeiro”, o CIC, está com videomonitoramento e, assim, garantindo maior segurança aos seus frequentadores. O serviço no local para a implantação do sistema e das câmaras começou em 15 de janeiro e, esta semana, a Secretaria de Esporte (Semes) completou a instalação das 31 câmeras.

Videomonitoramento traz mais segurança ao CIC. A fiscalização será feita por 31 câmeras - Por: Zaqueu Proença/Secom

 O secretário de Esporte acompanhou o diretor da Sekron, empresa responsável pela inserção das câmeras, durante a vistoria dos equipamentos, bem como o funcionamento do sistema. “Estamos seguindo todas as orientações da Federação Internacional de Futebol e Associados (Fifa), do Estatuto do Torcedor e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em uma adequação programada para deixar o estádio capacitado para receber qualquer partida”, elucidou.

O tenente do 7º Batalhão da PM do Interior, também presente à vistoria do sistema, explicou como a nova aquisição auxiliará a segurança do estádio. “Detectado algum problema no local, por meio do videomonitoramento, o policial avisará por rádio onde será necessária a intervenção da PM de maneira a fazermos um policiamento inteligente”, explicou.

Das 31 câmeras no CIC, quatro contam com o sistema “dome” que giram 360graus. Todas possuem capacidade de gravação para até mais de 60 dias ininterruptos e de aproximação de imagem de 8 km. “Outro investimento importante é a sala de videomonitoramento, que possui sistema de alarme para que os equipamentos fiquem protegidos”, destaca o secretário de esporte.

 Segundo o diretor da empresa, a intenção é que nos próximos dois jogos no CIC sejam feitos trabalhos em sinergia com a PM para que todas as condições de monitoramento, como localização das câmeras e tonalidade da imagem, sejam totalmente definidas. Além de técnicos da empresa, haverá treinamento de funcionários da Prefeitura para administrarem o sistema.

 De acordo com Bacci, o benefício também atinge as duas equipes de futebol da cidade, o Esporte Clube São Bento e o Atlético Sorocaba. “Não há custo para elas, pois este é um investimento para a municipalidade. Se o Atlético vier a subir, adequaremos o estádio para clubes da primeira divisão, que é a grande meta dos times sorocabanos”, comentou.