Clientes Sekron
  Esqueci a Senha
Conheça nosso site Institucional ›

Posts Tagged ‘ Delegacia Seccional de Taubaté

Comando da Polícia Civil cobra mais resultados no Vale

Maio 12, 2011 – 05:00

O delegado geral disse ontem, em Taubaté, que a corporação deve priorizar investigação de crimes

Luara Leimig – O Vale
Taubaté

Diante da violência e dos índices criminais na região, o comando da Polícia Civil do Estado de São Paulo cobrou ontem mais agilidade e rigor nas investigações de crimes no Vale do Paraíba. Homicídios, tráfico de drogas e crimes contra o patrimônio devem ser as prioridades dos policiais.

O delegado geral de Polícia Civil de São Paulo, Marcos Carneiro Lima, esteve na manhã de ontem reunido por três horas na Delegacia Seccional de Taubaté com os delegados de todas as seccionais da região e o comando do Deinter 1 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior).

Durante a reunião o delegado cobrou empenho dos delegados e pediu que toda a polícia da região esteja focada em fazer o trabalho que é de responsabilidade e competência da Polícia Civil, o de investigar.

“Os investigadores e delegados têm que ir para a rua, estar em campo colhendo provas para conseguir sustentar inquéritos que produzam efeito para o judiciário durante os processos, não esperar que as provas caiam na delegacia por meio de denúncias e encaminhar processos sem provas que depois o Ministério Público não consegue levar adiante. O trabalho da Polícia Civil é investigar e não fazer patrulhamento e blitze, isso cabe a PM”, disse.

Segundo Lima, ele vai acompanhar o desenvolvimento do trabalho dos delegados na região e cobrar resultados efetivos.

Integração com PM – Outra cobrança apresentada na reunião foi o de estreitamento do trabalho integrado com a Polícia Militar. Para o delegado geral é preciso que as duas corporações apoiem uma a outra no trabalho.

Efetivo – Segundo Lima, a região deve receber efetivo de reforço de policiais civis, mas ainda não existe uma data definida para que isso ocorra. “Já estão ocorrendo concursos para a seleção de novos homens que virão para o Vale do Paraíba, mas eles ainda precisam passar pelo período na academia de polícia e somente no segundo semestre poderemos contar com este reforço.”

O número de efetivo que deve ser deslocado para o Vale também não foi definido. Outra proposta divulgada ontem pelo delegado para tentar otimizar o trabalho da polícia foi a reestruturação dos cargos, que segundo o delegado, passarão dos atuais 14, para sete, liberando mais homens para os setores de investigação.

Criminalidade – O aumento da violência em Taubaté, que já registrou pelo menos 26 assassinatos este ano e esclareceu quatro, também chamou a atenção do delegado.

“Não adianta você ter índices em queda, mas com ocorrências de crimes violentos que chocam a população ocorrendo na cidade, é preciso uma ação rápida.”