Clientes Sekron
  Esqueci a Senha
Conheça nosso site Institucional ›

Posts Tagged ‘ Planejado

Polícia procura suspeitos de assalto a joalheria em Sorocaba, SP

Trabalho pericial deverá auxiliar nas investigações da Polícia Civil.
Criminosos sequestraram gerente e seus dois filhos.

A Polícia Civil investiga o assalto a uma joalheria de Sorocaba (SP), ocorrido na manhã desta quinta-feira (10). Para realizar o crime, a quadrilha sequestrou e manteve em cárcere privado a gerente da loja e seus dois filhos, em Votorantim (SP), onde ela mora. De acordo com a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, ninguém foi detido.

O sistema de videomonitoramento do município, que é controlado pela Guarda Civil Municipal, registrou o momento da chegada dos criminosos à joalheria, que fica na região central, no final da madrugada. As ruas vazias facilitaram a ação da quadrilha, que utilizou a chave da gerente para invadir o local. A vítima não soube estimar a quantidade de joias que foram roubadas. Eles fugiram e deixaram a gerente no local.

“Não saber o que tinha acontecido com meus filhos foi a pior parte de tudo”, conta a vítima. Ainda segundo ela, os bandidos aguardaram até a troca de turno da PM para agir. A gerente e seus filhos estavam bastante abalados, mas estiveram na delegacia para acompanhar o registro da ocorrência.

Crime
Por volta das 19h de quarta-feira (9), a vítima foi abordada no portão de sua residência, em Votorantim, quando chegava do trabalho. Um grupo com vários homens armados a levaram para dentro da casa, onde estavam seus filhos. Às 4h, dois dos bandidos saíram com os adolescentes de carro. De acordo com o relato da própria vítima, os criminosos a ameaçaram de morte, caso tentasse entrar em contato com a polícia.

Uma hora depois, o restante da quadrilha colocou a gerente em seu próprio carro, levando-a até a joalheria, em Sorocaba. Com a chave da loja, eles entraram e fizeram o roubo. Logo após, os filhos da vítima foram soltos na Vila Garcia, em Votorantim.

O carro utilizado para transportar as crianças foi encontrado totalmente queimado na Chácara Ondina, também em Votorantim. A equipe pericial do Instituto de Criminalística esteve no local para coletar possíveis pistas. A ocorrência foi registrada na delegacia da cidade.

Segundo o delegado responsável pelo registro da ocorrência, a ação dos criminosos deixa claro que todo o assalto foi bem planejado e que eles conheciam a rotina da gerente. Com o laudo da perícia (que deverá sair em até 30 dias) e as imagens de segurança, a Polícia Civil dará início às investigações.

Homens usam vara de bambu para furtar casa no interior de SP

‘Pescaria’ foi flagrada por câmeras de segurança do imóvel.
Suspeito foi preso após ser reconhecido por moradores.

Do G1 SP – 27/07/2011

Um homem foi preso nesta terça-feira (26) em São José dos Campos, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo, após usar uma vara de bambu para capturar objetos de uma casa. O material passou pelos espaços de um portão de ferro. O crime foi registrado pelas câmeras de segurança da casa.

A ferramenta usada no crime foi um bambu de aproximadamente quatro metros. As imagens registradas pelas câmeras de segurança durante a madrugada mostram quando dois homens passaram olhando a residência duas vezes. Depois, eles voltaram com o bambu. Um deles conseguiu levar uma máquina de serrar que estava na garagem para perto do portão. O outro pegou o objeto e os dois saíram em seguida.

Esta não é a primeira vez que esse tipo de furto acontece na residência. Em abril, mercadorias foram “pescadas” no quintal. Utilizando o mesmo método, um freezer foi aberto pelos bandidos. Eles furtaram ovos de páscoa e fugiram. Ainda não se sabe se os crimes foram cometidos pelas mesmas pessoas.

O suspeito foi preso depois que os donos da casa viram as imagens e reconheceram um dos autores do crime parado na esquina da casa. Um carro da polícia passava pela rua no momento e o homem foi preso.
Segundo a polícia, a pena para furto pode chegar a quatro anos de prisão. Entretanto, quando o crime é planejado, a pena pode chegar a seis anos. O outro homem ainda não foi encontrado.