Clientes Sekron
  Esqueci a Senha
Conheça nosso site Institucional ›

Posts Tagged ‘ Protesto

Adesivos sobre assaltos são colados em placas na Zona Oeste de SP

Ação é protesto contra violência na cidade de São Paulo.
Segundo internauta, Pompéia sofre com número de assaltos.
Adesivos avisando sobre o perigo de assalto foram colados em placas de trânsito do bairro da Vila Pompéia, na Zona Oeste de São Paulo. As imagens foram enviadas por um internauta, que preferiu não se identificar. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) retirou os adesivos porque atrapalhavam a sinalização.
Segundo o internauta, ele e um amigo decidiram protestar contra a falta de segurança na cidade de São Paulo depois de sofrerem com assaltos. “Meu amigo, por exemplo, teve a casa roubada duas vezes na Zona Sul e também o seu carro roubado. Eu mesmo fico sabendo de vários assaltos em frente ao meu prédio e em todo meu bairro, que é a Pompéia”, disse.
Segundo ele, a intervenção é uma forma de protesto. A ação seria uma forma de ironizar a segurança da cidade. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou, por meio da assessoria de imprensa, que o número de crimes não aumentou no bairro neste ano.
Fonte: G1

Grupo invade escola no ABC, destrói cadeiras e rouba equipamentos

Invasão aconteceu na madrugada desta quinta-feira (3) em Mauá.
Instituição estadual já foi invadida outras vezes.

Criminosos invadiram uma escola estadual em Mauá, no ABC, na madrugada desta quinta-feira (3). O grupo levou computadores, aparelhos de som e ainda deixou um rastro de destruição na instituição. Os infratores não foram encontrados até o final desta manhã.

Quando os pais e professores chegaram na Escola Estadual Jardim Zaíra VIII pela manhã, encontraram a escola com bebedouros e carteiras quebradas. Os invasores depredaram salas de aula, picharam paredes e ainda urinaram na mesa da sala de coordenação da escola.

O colégio já foi invadido outras vezes. Os pais dos alunos reclamam que o muro de proteção da instituição é muito baixo, facilitando a entrada. Como forma de protesto, os professores não deram aula durante a manhã. O funcionamento deve voltar ao normal durante a tarde.